sábado, 29 de agosto de 2009

"Apenas acene, companheiro, apenas acene"

Apesar de não ser um tema diretamente ligado à Monarquia, transcrevo aqui artigo que escrevi para outro blog que edito www.noticias-da-web.blogspot.com pois a foto oficial da cupula Unasul é muito curiosa e pode representar os rumos da América Latina para os proximos anos. O gesto espalhafatoso de Chaves e seus amigos nos faz lembrar aquele velho ditado: "quem ri por último rí melhor".

Lula para Uribe: Apenas acene, companheiro, apenas acene...


Após oito horas de discussão, pressão e perda de tempo, presidentes latino-americanos posam para foto. Uma foto curiosa: Lula dando as costas para os companheiros de esquerda olha para a direita e comenta algo com Uribe, presidente colombiano. O que estará sendo dito? A celebre frase do chefe-pinguim do filme "Madasgascar": "apenas acene, apenas acene..." Ou será uma mudança de estratégia diante do avanço do narcotrafico ignorado (para não dizer apoiado) pelos presidentes de esquerda?
Os rumos dos acontecimentos na América Latina já estão mudando, e esta foto poderá ser uma previsão do futuro. Dois grandes países (Brasil e Colômbia) estão se alinhando aos EUA, enquanto países de pequeno porte se alinham à Venezuela? Os problemas internos na Colômbia podem ser resolvidos de forma militar, pois as farcs é uma movimento militarizado e só o exército poderá dar conta. No Brasil, os problemas internos são variados e imensos: movimentos terroristas armados utilizam siglas e apelos sociais para obter proteção de associações de defesa dos direitos humanos; o narcotráfico é combatido, mas por uma polícia dividida em dois setores (civil e militar) que ainda não conseguiram trabalhar unidas; o judiciário é manietado por um cipoal de legislação e processos, permitindo jurisprudência contraditória; o Exército é desviado de suas atribuições constitucionais para transformar-se em empreiteira do governo com mão de obra barata; Câmara e Senado debatem-se em acusações e processos de corrupção, chantagens e atos secretos, perdendo-se nos labirintos de projetos e pareceres; a mídia endividada, vivendo de favores governamentais, deixou de ser livre para só noticiar o que interessa ao partido governamental; etc, etc, etc. Os EUA não estão em situação mais vantajosa, não: uma crise econômica que ainda deixa sinais de que sobrevive apesar das medidas governamentais; um presidente eleito como esperança de salvação e que demonstra enorme indecisão apesar de todas a tentativas da mídia de mostrá-lo como um Messias.
Com estes problemas internos, como se comportará esta união dos três grandes?
Chaves, lider radical e intransigente, poderá manter a união de seus amigos contra Colômbia, Brasil e EUA?
Esta foto é histórica e poderá mostrar o peso do Brasil nos rumos latino-americanos.

Nenhum comentário: