domingo, 16 de agosto de 2009

Enquanto isso, em Portugal...

A Câmara Municipal de Lisboa avançou com uma participação às autoridades, depois de esta manhã a bandeira das armas da cidade hasteada na câmara da autarquia ter sido substituída por uma da Monarquia, de acordo com um comunicado divulgado pela CML.

A bandeira monárquica esteve hasteada na varanda dos Paços do Concelho, em Lisboa desde a madrugada, substituindo a outra que lá estava, que entretanto desapareceu.

"A Câmara Municipal de Lisboa retirou na manhã de hoje da varanda principal dos Paços do Concelho uma bandeira azul e branca com as armas da monarquia que durante algumas horas ali esteve hasteada, substituindo indevidamente a bandeira com as armas da cidade que entretanto desapareceu.", afirma a autarquia em comunicadom, acrescentando que "na sequência do incidente, o Município de Lisboa tomou medidas no sentido de averiguar as circunstâncias em que este ocorreu, tendo participado o caso às autoridades competentes"

Contactado pelo i durante a manhã, o gabinete de imprensa da Câmara Municipal de Lisboa disse desconhecer a situação. Às 12h45, a bandeira da Monarquia continuava hasteada, mas entretanto, durante a tarde, foi retirada.

A acção, reivindicada pelos autores do blogue "31 da Armada", pretende assinalar o centenário da República, que se comemora a 5 de Outubro do próximo ano.

Em comunicado, os autores do blogue relatam que "durante a madrugada, e apesar da forte vigilância policial,elementos do 31 da Armada (Darth Vaders) subiram heroicamente até à varanda do Paços do Concelho e hastearam a bandeira azul e branca".

Classificam esta acção como sendo de "guerrilha ideológica" e comparam-na com os acontecimentos de há 99 anos "no dia 5 de Outubro, um punhado de homens, contra a
vontade da maioria dos Portugueses, tinha feito a mesmíssima coisa proclamando assim a República."

Hoje, diz o "31 da Armada", "foi restaurada a legitimidade da Monarquia". Há 99 anos o país "ficou a saber por telegrama", hoje "fica a saber pela Internet."

Nenhum comentário: